CRÔNICA NO LIVRO: Trevo de quatro folhas - Eduardo de Sousa

Trevo de quatro folhas

Ele acreditava, desde pequeno, que encontraria a sorte
grande quando encontrasse um trevo de quatro folhas.

Obcecado por essa procura, ele estudou jardinagem,
paisagismo, botânica e tudo que se podia imaginar.


Especialista em plantas e flores, a cada jardim ou canteiro,
bueiro ou telhado, lá estava ele em busca do trevo da sorte.

Um dia, passeando na calçada de uma rua movimentada,
parou e se abaixou de repente para analisar um buraco repleto
de mato. Levou uma joelhada no queixo e caiu desorientado.

Alguns segundos se passaram até conseguir abrir os olhos
e ver o brilho dourado de um pequeno brinco em forma de
trevo de quatro folhas que estava na orelha daquela que
mudaria sua vida, trazendo muita sorte no amor.


Eduardo de Sousa, Crônicas escritas feito um pum, Devaneios Piegas, Frases na foto, Notícia, Livro, Leitores, Autorais, Textos autorais, Textos, Blog Feitumpum